• 8 de agosto de 2020

Itália: Missas com fiéis retornarão no dia 18 de maio

A partir do dia 18 de maio, a os fiéis italianos poderão voltar a participar de Missas públicas, que estavam suspensas como forma de prevenção de novos contágios de coronavírus.

Para que tal ocorra, a Igreja na Itália apresentou um protocolo ao governo do país, se comprometendo a cumprir uma série de condições de segurança. O documento foi assinado pelo presidente da Conferência Episcopal Italiana, Cardeal Gualtiero Bassetti; o presidente do Conselho de Ministros, Giuseppe Conte; e o ministro do Interior.

Acesso dos fiéis

Nas paróquias com muitos fiéis, se pretende aumentar o número de Missas, e na entrada dos templos, ao invés de água benta, haverá líquidos desinfetantes. Com o objetivo de evitar aglomerações no acesso e na evacuação dos templos, serão fixadas portas de entrada e de saída.

Pessoas que testaram positivo para a COVID-19 ou com sintomas de resfriado ou ainda temperatura corporal acima de 37,5ºC não poderão ingressar nos templos. Haverá espaços reservados nos templos para pessoas com mobilidade reduzida.

Distanciamento e uso de máscaras

De acordo com o texto, equipes de voluntários, devidamente protegidos com máscaras e luvas farão a triagem no acesso às igrejas. Para participar das Missas, os fiéis serão obrigados a utilizar máscara e manterão uma distância de um metro na lateral e na frente.

Respeitando a distância de segurança, a presença de concelebrantes será reduzida e inicialmente não haverá coral, a música ficará sob a responsabilidade de um organista. O rito da paz continuará sendo omitido.

A comunhão será distribuída com luvas e máscara, evitando assim o contato com os fiéis. Além disso, não será permitida a distribuição de livros com material de apoio para o canto entre os fiéis.

Desinfecção e limpeza

Ao término de cada celebração, o templo e a sacristia passarão por um processo de desinfecção e limpeza, assim como se observará uma correta ventilação do espaço sagrado. O mesmo deverá ser feito com os objetos sagrados, microfones e outros instrumentos usados ​​durante a cerimônia.

Outros sacramentos

As disposições se aplicarão a outras celebrações, como batismos, matrimônios, unção dos enfermos ou funerais. As Crismas serão adiadas. A confissão será realizada em locais amplos e ventilados, respeitando a distância de um metro. O uso de máscaras será obrigatório por parte do sacerdote e do penitente durante a confissão.

Nas igrejas onde não for respeitar as medidas de prevenção e segurança, devido ao seu tamanho, se estudará a possibilidade de celebrar a missa e demais sacramentos no exterior do templo.

O protocolo recorda que, os que necessitarem por razões de idade e saúde, estão dispensados do preceito festivo e poderão continuar acompanhando a Missa ao vivo através da internet e de outros meios de comunicação. 

0 Reviews

Write a Review

Marcley Matos

Read Previous

Missas com fiéis voltam a ser celebradas em diversas cidades brasileiras

Read Next

Arquidiocese de Porto Alegre (RS) lança serviço telefônico “TelePaz” para escuta e oração

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *